quarta-feira, 18 de julho de 2012

QUEDA

Esta noite sonhei contigo. Houve um terramoto e eu corri na tua direcção. Quando cheguei ao pé de ti, estavas abraçada ao teu namorado. Regressei a casa, mas no lugar da minha casa havia apenas uma cratera enorme onde o prédio inteiro se havia afundado. Atirei-me para dentro da cratera, julgando poder encontrar a minha mulher e os meus filhos. Acordei durante a queda. Olhei para a cama vazia, levantei-me, abri a porta do quarto dos miúdos e estava tudo vazio. Restava eu, sozinho, na minha casa. A mulher e os filhos tinham-me abandonado. Dirigi-me à varanda e saltei. Não voltei a acordar durante a queda.