sábado, 12 de janeiro de 2013

100 ÁLBUNS ASSUSTADORES #78


Há 10 anos, respondendo a uma sugestão de Robert Wilson, Lou Reed convocou um conjunto variado de comparsas para uma sessão espírita. A alma evocada foi a do escritor Edgar Allan Poe, cuja voz se fez ouvir na sala onde estavam reunidos Reed, Laurie Anderson, Willem Dafoe, David Bowie, Ornette Coleman, Antony, Steve Buscemi, entre tantos outros. Assim surgiu The Raven (2003), um álbum-espectáculo com o fantasma de Poe pairando sobre novas e velhas composições do ex-Velvet (a versão de Perfect Day, na voz de Antony, é simplesmente divinal). Uma abertura épica, muito em sintonia com alguns dos poemas de Poe, introduz-nos numa dimensão evocativa que alterna originais com declamações e recriações de temas antigos, como que reforçando a presença do poeta norte-americano numa carreira repleta de temas que nunca enjeitaram as suas influências literárias. The Raven é como a obra de Poe, por vezes elegíaco, outras vezes onírico, desfilando momentos de paranóia com os nervos à flor da pele e outros onde a melancolia nos impele para a berma da estrada. Tudo o que de bom nos confiou a música popular norte-americana está de alguma forma aqui reunido, dos blues ao jazz, da soul ao gospel, da folk music ao rock’n’roll. É, na sua apaixonada desarrumação, um álbum romântico que de algum modo homenageia sem se tornar meramente reverencial. As citações mantêm-se equilibradas no arame da criação, onde assumem posturas dinâmicas que não se limitam a espelhar interpretações literárias. Nada se copia a papel químico neste espectáculo, oferecendo a distorção das guitarras à distorção das palavras uma representação mais enraivecida do que os originais permitem supor. Mas essa distorção não está isolada nem se impõe na paisagem com a força dos materiais indestrutíveis. Vanishing Act é disso prova. Disso e de como a tristeza advém, muitas vezes, da inevitável sensação de impotência a que a realidade nos obriga.

1 comentário:

marta disse...

concordo que seja um album assustador, não recomendado a pessoas de pantufas :)