terça-feira, 7 de janeiro de 2014

URBAN JUNGLE

A Guerra do Golfo estava prestes a rebentar, com a invasão do Kuwait pelas tropas de Saddam Hussein. José Rodrigues dos Santos faria um brilharete poucos meses depois a mostrar-nos o horror em directo, muito antes de se tornar o maior best-seller português. The Rolling Stones apresentaram-se no velho Estádio de Alvalade a 10 de Junho, dia de Portugal. Duas bonecas insufláveis gigantes ladeavam o palco. Abriram com Start Me Up, riff básico a excitar uma multidão em delírio. Foi a primeira vez que assisti a um concerto num estádio de futebol, tinha 15 anos. Falávamos em escudos: 5.500$. Era tudo diferente nesse tempo sem net, telemóveis, gadgets. As pessoas assistiam aos concertos, levantavam os braços para bater palmas, cantavam as canções de cor. Não se via ninguém em bicos de pés a gravar o que quer que fosse, eram raras as máquinas fotográficas. A gente olhava para o palco e via as mãos das pessoas, miúdas aos ombros de tipos prestáveis. Recordo-me de ter delirado ao som de Sympathy for the Devil. Não preciso de registos "fotofonográficos" para me recordar de como estava feliz. Foi um momento que ficou onde ficou e comigo permanecerá.


Sem comentários: