quinta-feira, 20 de março de 2014

#13


Em 1994, o rock de Antuérpia foi colocado no mapa por uma banda chamada dEUS. Da formação fazia parte Stef Kamil Carlens, que abandonou dEUS em 1996 para se dedicar a uma vida herética noutros lupanares. A Beatband era a formação belga que então liderava, passando a chamar-se Moondog Jr. em 1995. Complicações legais obrigaram a banda a mudar, mais uma vez, de nome. Algures no Kansas, um outro Moondog (Louis Thomas Hardin) não se sentiu confortável com a homonímia. Passaram então os Moondog Jr. a denominar-se Zita Swoon, ficando para a história o álbum Everyday I Wear a Greasy Black Feather On  My Hat (1995). Colecção de canções que devem muito mais ao cancioneiro tradicional norte-americano - da folk aos blues, destes ao jazz -, do que a um rock de guitarras "esgalhadas" e distorcidas, este álbum é deliciosamente desequilibrado. Tom Waits surge como a influência mais evidente, embora no conjunto das 17 canções encontremos imensas variáveis. As letras de Stef Kamil Carlens são deduções alucinadas e surrealistas de um mundo perdido algures entre a loucura e o onírico. As composições transportam-nos para essas paisagens, quase sempre numa toada bluesy que breves separadores instrumentais vão articulando com um experimentalismo deveras sugestivo.

Sem comentários: