sexta-feira, 22 de agosto de 2014

ANIMAIS DOMÉSTICOS 2

*
Brincos, piercings, colares, pulseiras, anéis, tatuagens, a carne maquilhada, a alma subnutrida.
*
Por que é bela a paisagem? Não está tatuada.
*
Depilação e dietas, quando a higiene curva para a vaidade.
*
Exibe o corpo, procura a alma.
*
Reencontrar na simplicidade da fruta acabada de colher a pele torturada pelo sol.
*
Bronzear a pele com protector 100 na inteligência.
*
Adora esturrar ao sol, detesta pretos.
*
A noite no Verão: época de saldos.
*
Tanta gente alegre e apaixonada, tanta gente ébria, tanto rosto desprotegido, tanta indiferença, tanta vontade de partilhar com o mundo a felicidade dos dias, tanto plástico.
*
O pior do regresso ao trabalho não é o trabalho, mas antes a confrontação com a realidade.
*
A realidade é um sonho, todos temos uma criança dentro de nós, o tempo passa depressa… Banalidades com que disfarçamos o desespero, uma espécie de creme que disfarça as rugas do espírito.
*
Uma rapariga foi violada numa praia de nudistas, um deputado sugere a proibição do naturismo.  Por coerência, esperemos que quando alguém for violado numa escola se sugira a proibição do ensino.
*
A psicóloga anuncia uma ideia com o entusiasmo das grandes descobertas: um boletim de saúde mental. Padece de psicologite aguda.
*
Perante o caso da bebé que morreu em água a ferver, alguém defende que antes de terem filhos as pessoas deviam ser sujeitas a um teste que determinasse estarem ou não aptas para a parentalidade. Ainda há-de aparecer alguém a propor um teste que determine à nascença se um bebé está ou não apto para a cidadania.
*
Há várias formas de regressar ao mundo, a melhor é com o interruptor desligado.
*
Não ter tempo para nada pode ser muito vantajoso, embora gere equívocos: há sempre quem julgue que não ter tempo para nada equivale a ter tempo para tudo.
*
Olhamos para os livros mais vendidos e percebemos a sociedade em que nos encontramos, sobretudo quando concluímos ser um sucesso comercial o mais ilegível dos livros.
*
Como acreditar no povo com um povo destes?
*
Base, rímel, verniz, óleos, gel, lifting, ceras, delineador, eyeliner, sombra para olhos, a alma disfarçada.
*
Sono descansado.
*

Sem comentários: