sexta-feira, 25 de março de 2016

#78



Sem a agressividade das bandas grunge oriundas de Seattle, nem a toada neo-depressiva característica de inúmeros projectos vindos a lume na década de 1990, assumindo vicissitudes instaladas entre a alternative country e o sadcore, os Grant Lee Buffalo acabaram por passar ao lado do interesse das massas. Quatro álbuns de canções ficaram, porém, para certificar a excelência das canções compostas por Grant-Lee Phillips, o singer-songwriter por detrás deste colectivo entretanto desfeito. Mighty Joe Moon (1994) é um álbum de canções perfeito, onde violas acústicas encontram guitarras eléctricas em contenção minuciosamente sopesada. Pelo meio escutam-se bandolins, banjos, piano, harmónica, sempre num registo interessado em captar atenções sem desprezar uma exigência melódica inquestionável. A paisagem rural distancia-os do ambiente urbano poluído que fez e faz moda, abrindo terreno para baladas desassossegadas e irrupções súbitas de energia. Continua a ouvir-se com extremo agrado, passados todos estes anos:


Sem comentários: