sábado, 1 de abril de 2017

[ocasionalmente sou despertado]


A Grua, volta d'mar, Março de 2017, p. 11. Clique na imagem para ver melhor. Uma primeira versão deste poema pode ser encontrada aqui.

Sem comentários: