quinta-feira, 1 de março de 2018

CENSURAR VÉNUS

Li no Público que o Facebook censurou a imagem da Vénus de Willendorf por considerá-la de cariz pornográfico. O Facebook está cheio de gente que, tenho a certeza, não concorda com estes critérios, mas por lá se vai mantendo, dando alimento à besta. Em 2006 ensaiei um poema sobre a Vénus de Willendorf. Para bem da literatura universal, manteve-se inédito até hoje.




Vénus de Willendorf


querem pôr-te o ventre a votos
aqueles que em pecado concebidos
nasceram já mortos

olham-te o templo sagrado
com olhos de macho desprovido
invejam-te o dom
incriminam-te o desejo
são coito interrompido

não há pior esterilidade
que a do útero pendente
entre as pernas dos que julgam
o que é vida
quem é gente

explica-lhes tu, vénus
quem comanda a nascitura
talvez da próxima não se esqueçam
de atar a próstata à cintura

13.11.06

1 comentário:

Anónimo disse...

Estão todos grossos, bêbados.