domingo, 22 de julho de 2018

22 DE JULHO DE 2018


Almoço na Ericeira. Com a Matilde por Atenas, resolvemos combater saudades com um domingo burguês. Queijo assado, mexilhões com alho francês e champanhe para entrada. Encharéu grelhado para quatro pessoas, acompanhado de batatas a murro (fritas, para a Beatriz) e salada. Tudo regado com uma garrafa de Planalto Reserva 2016. Uma mousse de lima para sobremesa, cafés. Serviço impecável, de uma simpatia que merece a referência: Cozinha 21. A boa companhia de um simpático labrador retriever na esplanada, a desafiar-nos com o olhar uma enorme vontade de abraçá-lo. Fiz a digestão na praia. Primeiro, a ler poemas. Depois, a dormir. A Ana ainda mergulhou, acompanhada/desafiada pela M. A Beatriz só molhou os pés. Esta vida de escravo vai dar cabo de mim.

Sem comentários: