domingo, 16 de dezembro de 2012

ASFIXIA DEMOCRÁTICA


Talvez um dia as vítimas de asfixia democrática nos tempos de Sócrates venham a pronunciar-se sobre os saneamentos políticos no tempo de Passos Coelho. E que dizer de mais um caso, claríssimo, de perseguição política (chamar-lhe intimidação é um eufemismo) em plena democracia? Democracia? Só quando varrermos definitivamente do poder esta gentalha toda, a começar por esse furúnculo que dá pelo nome de Miguel Relvas. Agridem jornalistas no exercício da profissão, detêm e ameaçam jovens estudantes dentro dos seus estabelecimentos de ensino, carregam indiscriminadamente sobre manifestantes.  E levam pouco mais de 1,5 ano de governação. É obra.

5 comentários:

Soliplass disse...

Caríssimo confrade Fialho isto de democracia tem tanto quanto um lagar de azeite tem de salão de chá. Um tipo até tem vergonha de mostrar o passaporte.

E aquele de esquipática cabeça, encimada por nívia cabeleira, logo abaixo da Manela "cabeça de osso pra sopa" é sinistra criatura. Até me admiro que dado o formato cabeçorral, ninguém o tenha alcunhado ainda de Bucéfalo.

Até lhe quadraria como misto de cavalo de guerra e de matarruano...

Pedro Góis Nogueira disse...

Há também os jornalistas e bloggers que foram fazer aquela patética manifestação contra a "asfixia democrática" em frente à Assembleia da República. De tanto ódio a Sócrates alguns devem ter ficado extenuados. Também nalguns PC's, BE's já não se vê hoje tanta energia. Dos que foram parar aos gabinetes o melhor é nem falar.

hmbf disse...

tenho impressão que nunca odiei tanto uma criatura humana como o bucéfalo

julgava eu, na minha ignorância, que aquilo só era possível ao nível das juntas de freguesia

como é que uma coisa daquelas chega a ministro é um misterio, que se mantenha é ignominioso

Ivo disse...

hmbf, parece-me que comparar dita personagem com quem quer que seja ao nível de juntas de freguesia, ou simplesmente com quem quer que seja, será demasiado insultuoso.

Eu sugiro uma estátua ao... como dizer? Senhor soa-me (muito) mal.

Alguém por aqui conhece o livro "Violência E Escárnio" (penso que o título mais apropriado seria Violência Ou Escárnio), de Albert Cossery? Gostava de saber se a 'teoria' deste livro será implementável.

Cavalo de pau disse...

Caro Fialho não se preocupe, pois se o Relvas fez tudo isso e muito mais, o provável é que seja eleito daqui uns anos para Presidente da República.

Temos já lá um asno exemplo de outros tempos.

Festas felizes!