segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

CASTRAR

Camarada Van Zeller, aquilo em que este país se tornou consubstancia-se na cara de pau com que o Presidente da República leu a sua mensagem de ano novo, como se não tivesse governado o país durante 10 anos, como se não fosse também ele responsável, como se não tivesse dado emprego aos maiores cretinos, mafiosos, crápulas, vigaristas e ladrões que este país conheceu nos últimos 37 anos. Alguém que faça a esta gente, por favor, o que o Renato fez ao Carlos Castro. Mas que o faça antes que emigrem.

1 comentário:

Cavalo de pau disse...

A sua dúvida fiscal supracitada, é aqui dois andares abaixo uma dúvida minha em relação à legislação laboral.
Sendo eu um trabalhador do estado: desonesto, mau carácter, bandido, ladrão,trafulha,tirânico, medíocre,
reles, mesquinho, velhaco, vigarista, escroque, intrujão, parasita, calaceiro, gandulo, cabrão, supérfluo, inútil, cabeça de martelo,canalha, chupista etc, etc, etc... durante 10 anos. Poderei ser presidente da república portuguesa durante outros 10 anos?
Tendo hoje acumulado mais umas quantas dúvidas em relação à democracia praticada em portugal, decidi, e devido a essa mesma dúvida da mercearia, ficar completamente desatento a esses "manifestos de alerta" ou espanqueamentos diários da sensibilidade, oferecidos pela rádio e pela televisão. Dia 13 fecha o loja das imagens; a dos sons terei que controlar a meu modo, porque por enquanto, não abdico do que ainda se vai fazendo de bom na rádio.
Quem sabe se através da rádio, se conseguirá ir lendo uns pequenos manifestos que levem estas gentes a transformarem-se em milhões de renatos saídos das manilhas do esgoto, com o objectivo tenaz de eliminar estes porcalhões todos que parecem não acabar. Deixo-lhe um abraço porque não lhe posso deixar os braços.