segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

ÚLTIMAS PALAVRAS


 

as gajas chegam aos magotes em tempos de austeridade

intercâmbio cultural transatlântico

patrocinado pelo arco da governabilidade

não referem o tema  nos briefings

talvez por ser anticonstitucional -

palavra tão grande para coisa de nada –

mas sabemos de fonte segura

porventura anónima

porventura exilada

porventura assegurada pela tecnologia dos drones

que o desemprego fomenta o intercâmbio

vêm elas de lá para cá vão elas de cá para lá

como as ondas do mar

numa febre empreendedora que já nos deu uma érica

fonte de inumeráveis fantasias

com direito a fotografia e boneca barbie a condizer

2013

ano da nossa salvação

corrigidos que temos sido pela factualidade promissora dos intercâmbios

imagina o que seria o cacilheiro da joana vasconcelos

atolado de ericas grandolando os guiões da reforma

imagina só daí de onde estiveres

que eu por cá, Henrique de nome inteiro, aguento-me

irreversível e irrevogável pelos mares tépidos da economia doméstica

deixo para Lampedusa o infante e os naufragados

da áfrica subsariana

órfãos de madiba mandela tata rolihlahla

santo revolucionário de tantos nomes impronunciáveis

a saldo nos mercados onde transaccionamos a dívida pública

dos intercâmbios transatlânticos

previstos em orçamento chumbado ratificado ratado

com piropos aos pensionistas que perderam

mais que 16% de reforma

61% de tusa

e já nem pelas ericas se vêm (sic) resgatados

ao preço que estão viagra, livros e musas

não admira que prefiram um contrato de swap com a vida

alegremente registada numa selfie

que a troika talvez venha a taxar

sob pena de inundarmos o mundo com a falsa alegria

das partilhas online

 

3 comentários:

mariposa disse...


Henrique, que manifesto!

obrigada.

Cuca, a Pirata disse...

Ha-de estar a rir-se. Lá onde quer que esteja...

PJ Nelson disse...

:)