domingo, 8 de fevereiro de 2015

DEBILITAS NERVOSA

 
REENCONTRO
 
Alguma vez pensaste como será
O nosso reencontro?
Se o sol brilhará
Ou se a chuva baterá
Contra o vidro da janela?
Aparecerás subitamente
Numa esquina,
Como um sonho caindo no meu vazio?
Ou irei esperar-te
Contando ansiosamente as horas no relógio
Até apareceres?
Tu.
 
Ter-te-á a vida mudado,
Tornando-te estranha?
Iremos saudar-nos rapidamente
Com um sorriso resignado, partindo logo à pressa?
Ou será como era dantes?
 
Poema datado de 2 de Fevereiro de 1941, escrito em Lillestrøm antes do internamento no Ullevål Hospital. In Ruth Maier's Diary - A Jewish Girl's Life In Nazi Europe, edited by Jan Erik Vold, Vintage Books, 2010, pp. 273-274. Versão de HMBF. Na fotografia ao alto vemos Gunvor Hofmo e Ruth Maier.

Sem comentários: