quinta-feira, 4 de junho de 2015

OBRIGADO

 
Não está em causa gostar ou não gostar do actual presidente, o do “ânus onde temos duas nádegas que se enfrentam e dizem: ‘Estou aqui e sou melhor do que tu’”. Não está sequer em causa o “vento mal cheiroso ou trampa” que estas transferências patrocinadas por negócios obscuros possibilitam. Está em causa a falta de ética de Jorge Jesus e a esperteza saloia de Bruno de Carvalho. Pela parte que me toca, agradeço a Marco Silva desejando-lhe um futuro cheio de sucessos. Mesmo que seja no Benfica.

11 comentários:

rff disse...

Acho acima de tudo, atendendo ao estado do clube e do país, que os valores envolvidos nisto são obscenos. E depois, indo ao encontro do que dizes, o dinheiro africano vale o mesmo que o outro mas mais tarde ou mais cedo percebe-se sempre que a mina d'ouro afinal estava armadilhada. Agora, nem tanto ao mar, nem tanto à terra. Eis o que penso sobre o assunto:

- O Sporting comete uma loucura financeira, arrisca-se a ver nani no rival, e desportivamente não tem garantias de ter êxito até porque jesus, derivado a diversos factores, perante hipotéticos desaires em alvalade não terá a margem de tolerância que tinha no benfica. Em contrapartida, é uma aposta que valoriza bastante o clube. O que quero dizer é que por exemplo eu para o ano sou capaz de ter mais vontade de ir à bola porque entendo que com o cientista da brandoa o Sporting tem mais hipóteses de ser campeão do que teria com marco silva. Isto, além do gajo ser excelente a valorizar jogadores e um espectáculo a ver os jogos, caso claro está que não lhe dê uma merda qualquer que o leve desta pra melhor atendendo a que agora estará a treinar o clube do coração. Acabava-se logo a ciência... :) ;
- Marco Silva não merecia ser tratado desta forma porque obteve rendimento desportivo, mesmo não gostando muito eu do estilo. Seria justo continuar mais uma época sem sombra de dúvidas;
- Relativamente à conduta do milagreiro é que eu não estou tanto de acordo contigo. O tipo com uma cena destas arrisca a pele. Num país dominado por benfiquistas, e nem lhes quero chamar nomes porque não é preciso... já pensaste bem ao que ele estará sujeito? O homem estava livre pra poder negociar. Há também um peso emocional na decisão dele, não creio que tenha sido somente o factor financeiro, e eu isso tenho de respeitar...

Abraço

hmbf disse...

É um circo para palhaços tristes. Tudo mau.

hmbf disse...

"os valores envolvidos nisto são obscenos"
certo

"O Sporting comete uma loucura financeira"
certo

"o Sporting tem mais hipóteses de ser campeão do que teria com marco silva"
muito discutível

"Marco Silva não merecia ser tratado desta forma"
certo, sobretudo por um colega de profissão

"Há também um peso emocional na decisão dele"
não sejas palerma. imagina que tinha havido um convite do Real Madrid, para onde penderia o coração de Jesus?

rff disse...

colegas de profissão, isso não existe, ou melhor existe meramente no campo social. colegas de profissão que são ambos treinadores que competem entre si, mesmo no hipotético interesse dos melhores clubes. E nem acho que o sporting atendendo às circunstâncias seja um clube especialmente apetecível para os treinadores...

o real madrid nunca o contactaria, nem outro tubarão. eu não acho que o milagreiro seja um treinador excepcional tipo mourinho. aliás nos grandes momentos terá sempre tendência pra falhar (ver finais europeias com o benfas) agora sem entrar no campeonato do mourinho é do melhor que temos...

e de facto o sporting ter andado a inventar argumentos pra despedir marco silva, acho absolutamente lamentável...

Fernando Nunes disse...

Permitam-me que partilhe essa gratidão com Marco Silva. Este ano, por razões várias, voltei a ver jogar o Sporting. Aliás, voltei a ser sportinguista. Devo-lhe isso e, claro, não foram poucas as vezes que senti um imenso prazer e orgulho a ver a minha equipe do coração. A partir de hoje voltarei ao silêncio e ao esquecimento, pois não se pode "pactuar" com este estado de coisas. Um bem haja!

hmbf disse...

"colegas de profissão, isso não existe, ou melhor existe meramente no campo social"
o que queres dizer com isto, pá? a ética profissional não existe? a deontologia vai para a gaveta?


isto é tudo uma palhaçada triste. é triste que se despeça um treinador desta forma, é triste que se contrate outro assim, é triste estas coisas virem todas para os media sem que ninguém do sporting se pronuncie claramente, é triste o espectáculo mediático montado em torno da transferência de um treinador, é triste os clubes se terem transformado em empresas, é triste assistir ao poker de milhões na bola enquanto o país definha, isto é tudo triste, um lamaçal de interesses económicos, lavagem de dinheiro, provocações patéticas, egos em fogo de artifício...

rff disse...

O que te quero dizer, simplesmente, é que não percebo bem esse conceito do colegas de profissão. Isso é o quê? O marco silva e o jesus, até porque são de gerações diferentes, o mais natural é nem sequer se conhecerem... E achas que o marco silva, face ao que andava no ar, não andava também já a fazer pela vida? Sendo que ele é de facto a grande vítima desta história.

Mas só continuo a discussão com garrafas à vista, digo-te já... Lá chegaremos.

Manuela Fialho disse...

É certo que o futebol não é assunto que me interesse. Mas tratando-se de negócios, para quê tanta polémica? Então no final das épocas não é costume ocorrer dança de treinadores e jogadores? Porque é que o JJ não pode ser contratado pelo Sporting? Sai de um grande clube para outro grande clube. E já há muito que estava na cara que o BC não se dava com Marco Silva. Nessas condições, seria possível mantê-lo? Coisa distinta, que deve preocupar os sócios -e só esses - é se o clube deve dispor de valores tão elevados. MAS NÃO POR SE TRATAR DO JJ...

hmbf disse...

Explica-me tu se não há aqui uma incompatibilidade: o Marco Silva tinha contrato por 3 anos. Bruno Carvalho passou por cima do contrato e convidou Jorge Jesus. Jorge Jesus sabia que Marco Silva tinha mais duas épocas contratadas no Sporting, mas não quis saber. Bruno Carvalho rasgou o contrato e despediu o Marco Silva alegando justa causa: não vestiu o fato do clube num jogo contra o Vizela! Afinal, os contratos de trabalho servem para alguma coisa?

Manuela Fialho disse...

O JJ não tem nada que ver com esse contrato. Mas esse contrato vai servir de alguma coisa às respetivas partes.Ah se vai!
MF

hmbf disse...

Pode não ter nada que ver com esse contrato de um modo estritamente legal, mas há uma coisa que se chama "ética profissional"... Ainda que à distância, admito-o, é no mínimo indelicado para com um colega de profissão ter pactuado com a trafulhice da direcção do Sporting neste processo.