quinta-feira, 18 de junho de 2015

PRÉMIO CAMÕES 2015


Uma referência a Hélia Correira aqui, a propósito do texto de apresentação de Poesia Grega de Álcman a Teócrito. Outra além, tendo como contraponto o cu da Gwyneth Paltrow. Uma leitura do romance Adoecer, aqui. Uma leitura do livro de poesia A Terceira Miséria, acolá. Estupidamente, nem uma referência aos contos da autora eu consegui vislumbrar nesta casa. Imperdoável. Parabéns pelo Camões, fica-lhe bem.

1 comentário:

Miguel (St. Orberose) disse...

Há meses li a novela Montedemo com muito gosto. O verbo dela é bastante desenvolto, dando à frase o inesperado e o fresco. Se o resto da obra for tão bom, o prémio é merecido.